28
jun
Foto: Tácio Moreira/Metropress

O senador Jaques Wagner (PT) admitiu, nesta sexta-feira (28), que tem aconselhado o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o senador Flávio Bolsonaro (PSL). Flávio já fez elogio público ao petista (veja aqui).

“Tenho conversado com ele porque todo mundo fala que, dentro da família, é o cara mais razoável, mais equilibrado. É um cara que pode conversar, apesar dele ter os problemas lá com Queiroz. Isso quem tem que investigar é a Justiça. Mas eu converso com ele até dando conselho. Outro dia, eu disse: ‘diga ao seu pai que o povo não vive de assistir briga, vive de emprego e renda'”, afirmou Wagner, em entrevista à rádio Metrópole.

O senador petista disse que é oposição, mas o seu papel “não é destruir o país” e sim “amenizar danos” do governo Bolsonaro.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) apura as movimentações financeiras suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro. Segundo relatório do Conselho de Atividades Financeiras (Coaf), ele movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira considerada “atípica”, entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, incluindo depósitos e saques.

Blog do Boka/ Bahia Notícias