03
abr

Ação da ONU ajuda a informar as pessoas sobre o que é e como lidar com o transtorno

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aderiu nesta terça-feira (2) ao movimento do Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Em razão disso, as cúpulas externas da sede do TSE, em Brasília, estão iluminadas por luzes azuis – cor que representa o distúrbio neurológico.

A data foi criada em 2007 pelas Organizações das Nações Unidas (ONU) para informar a população sobre o autismo, bem como combater a discriminação e o preconceito das pessoas que cercam quem tem essa síndrome neuropsiquiátrica. O Transtorno do Espectro Autista (TEA) envolve mudanças na capacidade de comunicação, interação social e comportamento.

No Brasil, a Lei n° 12.764/2012 instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com TEA. A norma assegura uma série de direitos às pessoas com o transtorno, que atinge mais de 70 milhões de indivíduos no Planeta, sendo cerca de dois milhões de brasileiros, segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo é lembrado com a iluminação azul em prédios e monumentos de todo o mundo. Além do TSE, alguns Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) também aderiram à data de conscientização.

 

Blog do Boka/ TSE