14
jan

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) começou 2020 com intensificação das ações de fiscalização de produtos de origem vegetal, animal e subprodutos, nas rodovias baianas e federais que cortam o estado. Foram programadas ações para o mês de janeiro, em 22 postos fixos e nas barreiras móveis para averiguação da documentação das cargas transportadas e garantia da qualidade dos produtos. A operação visa também a inibição do abate clandestino de animais e foi desenvolvida na Região Metropolitana de Salvador, Feira de Santana, Linha Verde, Serrinha, Santa Maria da Vitória e Itambé. As abordagens resultaram em autos de infração a condutores que trafegavam sem a GTA (Guia de Trânsito Animal).

Com apoio das polícias Militar e Rodoviária Federal, os fiscais checam também itens como transporte e armazenamento dos produtos. “O trabalho de fiscalização terá continuidade esse mês e no restante do ano. Trabalhamos para que os produtos cheguem ao destino final sem oferecer riscos ao consumidor”, enfatiza o diretor-geral da autarquia Maurício Bacelar.

A Adab fiscalizou entre julho e dezembro de 2019, quase 60 mil veículos, 123 mil bovinos, 8.615 equinos, além de caprinos, ovinos, peixes e alevinos.

Entre os produtos de origem animal, foram vistoriadas mais de 140 mil toneladas e 368 mil toneladas de produtos de origem vegetal, mudas, sementes, frutas, legumes, entre outros, resultando em 27 apreensões.
 
 
Informações  Ascom Adab