29
maio

A manhã desta terça-feira, 28, foi destacada pela alegria, cores, parcerias e conscientização na Praça Castro Alves. A Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho preparou uma estrutura especial para receber as crianças, adolescentes e adultos na grande mobilização da campanha “Faça Bonito – Proteja nossas Crianças e Adolescentes”. As equipes do CREAS e CRAS I, II, III e IV, recepcionaram e acompanharam os visitantes, dando suporte as escolas convidadas.

A secretária de assistência social Karlúcia Macêdo fez questão de ajudar na distribuição dos panfletos, broches, tiaras, chaveiros, chapéus e camisetas que levaram a mensagem do símbolo da flor amarela, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. A ação também faz parte da grade comemorativa aos 128 anos de emancipação política de Barreiras, e ainda contará com a palestra do advogado Jandimário Teixeira, que participará da Tribuna Popular da Câmara de Vereadores nesta quarta-feira, 29.

No palco, apresentação da Recicla Banda e dos alunos do Colégio Municipal Eurides Sant´Anna, Escola do Parque e do Centro de Promoção Humana Eugênia Ravasco marcaram a programação, com dança, coreografias artísticas, músicas e poemas, reforçando a conscientização de pais e adultos para a triste realidade da exploração sexual infantil. A aluna Ana Paula Brito, 10 anos, contou que sua mãe sempre ensinou que “se um adulto tocar em você de forma inadequada ou oferecer qualquer doce, diga não”.

No Brasil, a campanha destaca o mês de maio para mobilizações, sensibilização, informação e convocação de toda a sociedade, para participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. Em Barreiras, durante todo o mês de maio foram realizadas palestras pelas equipes do CREAS e todos os CRAS nas escolas municipais, Unidades Básicas de Saúde e Posto de Saúde da Família nos bairros de abrangência e zona rural.

“Mais um evento que faz parte das comemorações do aniversário de nossa cidade, e essa sensibilização é extremamente importante, porque precisamos diariamente manter esse diálogo aberto com os pais, tutores e responsáveis pelas crianças, tomando os cuidados necessários para que não haja nenhum tipo de violência sexual praticada contra as meninas e meninos, porque na maioria das vezes ocorre tanto por meio do abuso sexual intrafamiliar ou interpessoal como na exploração sexual. Esses menores são vítimas de violência sexual, por estarem vulneráveis, e infelizmente podem até serem utilizadas nas diversas formas de exploração sexual como: tráfico, pornografia, prostituição e exploração sexual no turismo”, disse a secretária Karlúcia.

As crianças ainda se divertiram com o jogo da Trilha, que informa todos os serviços proporcionados na Secretaria de Assistência Social, brincadeiras e distribuição de brindes. Os pais e professores puderam receber um tratamento especial de cabeleireiro, massoterapia, barbeiro, depilação, sobrancelhas com hena e testes rápidos de saúde, realizados pelos aprendizes do Instituto Mix acompanhados pelos professores. “Essa ação social é valorosa, e abraçamos a causa, trazendo um pouco da nossa estrutura para embelezar os pais e todos os visitantes que passarem pela praça”, disse o professor cabeleireiro, Marcos Manfredini.

 O que é a campanha “Faça Bonito”

A campanha nasceu alusiva ao 18 de Maio – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.

Para além da data, a campanha com os dizeres “Faça Bonito. Proteja nossas Crianças e Adolescentes” é permanente e realizada o ano todo por meio da conscientização no enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes.

 Blog do Boka/ Dircom PMB