20
out

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Depois de um 1º tempo tenebroso, tricolor fez grande segundo tempo e deu salto na tabela para se afastar do Z-4

Bahia e Atlético-MG entraram em campo em Pituaçu, na noite desta segunda-feira, com objetivos diferentes. O time da casa buscava a vitória para se afastar da zona de rebaixamento e começar a pensar na parte de cima da tabela. O Galo visava recuperar o posto mais nobre da classificação. O time mineiro fez um primeiro tempo muito bom, marcou um gol (com Savarino) e perdeu chances para ampliar. Na etapa final, os baianos dominaram. O empate veio com Daniel, e Gilberto, que saiu do banco, foi o nome do jogo, com os dois gols que fecharam o 3 a 1.

O jogo

Jogo de um time só. Assim pode ser definido o primeiro tempo da partida desta noite. Profundamente modificado, o Bahia sofreu diante de um dos melhores ataques do campeonato. O Atlético pressionou e encurralou o Tricolor em seu campo de defesa. O gol atleticano parecia questão de tempo. E foi. Aos 20 minutos, Réver tocou para Savarino abrir o placar. O Galo poderia ter ido para o intervalo com uma vantagem bem maior, não fosse a falta de pontaria (e uma pitada de sorte) de Keno.

Como não poderia deixar de ser, o Bahia voltou com mudanças para o segundo tempo: saíram Edson, Ramon e Clayson; entraram Gilberto, Daniel e Marco Antônio. Foi o que resolveu o time baiano, que se tornou mais ofensivo e, aos poucos, foi dominando seu campo de ataque. Keno e Savarino seguiram ameaçando, mas viram o Atlético diminuir seu ritmo sem a boa saída de bola de Réver, que havia dado lugar a Igor Rabello. A partida que antes parecia definida tomou novos rumos a partir dos 23 minutos, quando Gregore tocou de cabeça para Daniel fazer 1 a 1. A virada veio nove minutos depois, em uma falha grave de Guga, que deu a bola no pés de Gilberto. O atacante dominou, driblou o goleiro e fez. E ainda houve tempo para o terceiro do Bahia: de novo Gilberto, que selou o placar aos 43, em um belo contra-ataque.

Bahia respira

Com a vitória desta noite, o Bahia subiu quatro posições e respirou na Série A: é o 12º, com 19 pontos. Como a partida contra o Fortaleza, pela 18ª rodada, será remarcada, o time baiano só volta a campo pela competição nacional no dia 31 de outubro, quando enfrenta o Santos. A partida será realizada às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro.

Galo deixa a liderança

Ao Atlético, o resultado custou caro. O time mineiro deixou a liderança e agora é o terceiro colocado da tabela, com 31 pontos – tem uma partida a menos que Inter e Flamengo, líder e vice, respectivamente. Na próxima rodada, o Galo recebe o Sport no Mineirão. A partida está marcada para as 21h do próximo sábado.

Fonte: Tribuna da Bahia