19
fev

Estudantes da rede estadual de Salvador, Feira de Santana, Vitoria da Conquista, Itabuna, Barreiras, Senhor do Bonfim e Jequié já podem se inscrever em uma das oficinas e cursos oferecidos pelo Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), órgão vinculado a Secretaria de Educação. Estão sendo oferecidas atividades de formação científica e cultural gratuitas e sempre no turno oposto ao da escola regular. Para se matricular, o estudante deve estar cursando o 9º ano do Ensino Fundamental, o Ensino Médio, a Educação Profissional e Tecnológica ou Educação de Jovens e Adultos.

“Nossas oficinas são inteseriadas. então, convivem estudantes mais novos com os mais velhos. A nossa perspectiva é que os estudantes ensinem uns aos outros. É importante ter estudantes de várias séries convivendo entre si”, explica o coordenador do CJCC, Iuri Rubim. As inscrições podem ser feitas nos CJCC de cada cidade. O estudante deve levar versão original e cópia do RG, CPF, e dos comprovantes de residência e matrícula na rede estadual. O CJCC de Vitoria da Conquista e o de Jequié também realizam inscrições pela internet através dos endereços www.cjccvc.org e www.even3.com.br, respectivamente.

Os cursos oferecidos variam de acordo com a cidade e com a capacidade de cada CJCC. Em Salvador, o CJCC funciona no Colégio Central, no bairro de Nazaré e oferece vagas os cursos de Biotec, Jogos Teatrais, Corpus, Culturama, Movidance, Papeis interativos, Ecociências, Pense Grande, Embaixadores das Ciências, Piloto Virtual, Eu, escritor; #Partiumuseu; Investigação científica; Giro da física; Inglês; Filme, edite e publique; Ser e grafias; Fotografia; Robótica; Games; Música; Garagem de aplicativos, entre outros. Cada turma tem vaga para 25 alunos e cada aluno pode se inscrever em quantas oficinas puder fazer. As aulas, em média, acontecem duas vezes por semana, com duração de 1h30m.

“A gente se esforça bastante para que os estudantes gostem de estar na escola, que eles curtam fazer esses cursos, que são interdisciplinares, que têm sempre uma relação com a vida do estudante. Não é de jeito nenhum aquele modelo antigo que o professor fala e o estudante escuta. Sempre tem muita atividade ‘mão na massa’, muita atividade prática que o estudante consegue fazer uma relação com a sua vida fora da sala de aula”, reforça Iuri. As aulas começam no dia 25 de fevereiro em Itabuna, e logo depois do Carnaval nas demais cidades. Mais informações sobre cursos disponíveis podem ser consultadas no site www.educacao.ba.gov.br .

Blog do Boka/ Secom BA