25
fev

A combinação entre o clima quente e as frequentes chuvas em Barreiras, neste período do ano, cria o ambiente ideal para a proliferação do mosquito Aedes Aegypti. Para diminuir os índices de infestação e manter a população longe da dengue, zika e chikungunya, a Prefeitura de Barreiras está dando continuidade à força-tarefa que inclui a limpeza, poda das árvores, varrição e capina das praças e espaços públicos como canteiros centrais e marginais nas zonas urbana e rural.

Desde o início de janeiro, as atividades estão em pleno andamento e foram aliadas aos mutirões de limpeza nos bairros, em uma ação integrada entre a Secretaria de Infraestrutura, Obras, Serviços Públicos e Transporte; e a Secretaria de Saúde.  Neste mês, as equipes estão passando pela Baraúna e Bairros: Centro, São Pedro, Antônio Geraldo, Loteamento São Paulo, Centro Histórico e o perímetro que compreende a Rodoviária de Barreiras até a Ponte sobre o Rio Grande, bem como Avenida Joana Angélica e imediações do Hospital do Oeste.

“Esta semana já concluímos a limpeza na Praça Nossa Senhora Aparecida, no Bairro Flamengo, nossas equipes também se concentraram no Bairro Boa Sorte e no Residencial, nas margens do canal da Vila Rica e no Bairro Morada Nobre. Esse é um trabalho rotineiro, mas que intensificamos nesse período onde a poda e a limpeza geral se tornam ainda mais essenciais, por conta do crescimento acelerado do mato e o acúmulo de detritos arrastados pelo vento e água das chuvas”, acrescentou o secretário de infraestrutura João Sá Teles.

Já o cronograma de mutirões contra o Aedes Aegypti foi iniciado pelo Bairro Sombra da Tarde e seguirá nessa sexta-feira, 26, no Bairro Santo Antônio, nos dias 04 e 05 de março no Bairro Santa Luzia, no dia 10 na Vila dos Funcionários e no dia 17, nos Bairros Bela Vista e Riachinho.

Informações de Dircom PMB.