13
fev

Foto: Jefferson Peixoto/ Ag Haack / Bahia Notícias

Deputado estadual pelo PP, Robinho teceu críticas sobre a montagem do secretariado do governador Rui Costa (PT) neste segundo mandato. Para o parlamentar, o petista está mais exigente, tem imposto regras e barrado indicações de partidos da base, mas tem sido mais flexível com os nomes postos pelo PT. 

“Critério técnico é para os outros. Para o PT, se faz do jeito deles. Nós temos que ter nomes técnicos, mas o PT é governo e é quem manda”, transcorreu o deputado. Para Robinho, o governador errou ao não aceitar a indicação de Luiz Augusto (PP) para a Secretaria De Infraestrutura Hídrica E Saneamento (Sihs).

“Luiz Augusto é Agrónomo, teve empresas na área de irrigação e tem o histórico de um político limpo. A exigência está muito acima do que no primeiro mandato”,  falou. 

Rui ainda anunciará os titulares das Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Secretaria De Relações Institucionais (Serin), Secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação (Secti) e Justiça e Direitos Humanos (SDSTJDH). 

Nos bastidores, o que se diz é que o PT deve emplacar pelo menos três das quatro vagas remanescentes no 1° escalão, incluindo Josias Gomes (PT), que já levantou críticas da base (veja aqui). 

Blog do Boka/ Bahia Noticias