08
jul

A coluna Radar, da revista Veja, deste final de semana, assegura que repousa nas gavetas de Raquel Dodge, procuradora geral da República, uma delação que atinge figuras conhecidas do PT da Bahia. Dalva Sele Paiva, dona de uma ONG que foi atacada durante uma campanha eleitoral na Bahia, teria tido seu acordo de delação homologado por Luiz Fux, no STF, há meses. Entre os citados estaria o senador baiano Jaques Wagner (PT), que, dizem, teria sido também delatado pelo ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, que aguarda há cinco meses a homologação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da sua nova delação após alterar versões de seu primeiro acordo. Segundo ainda a coluna, na delação de Pinheiro havia pelo menos 60 anexos envolvendo Lula, Dilma, Wagner, fraudes na Petrobrás, Eduardo Cunha, Sergio Cabral e Aécio Neves.

Crime

O hacker do Intercept Brasil pegou até uma mensagem do apresentador Fausto Silva, o Faustão, da Rede Globo, dando dicas ao ex-juiz Sérgio Moro sobre como proceder para ajudar na divulgação e no ganho de popularidade da Operação Lava Jato. Mais um sinal de que tudo o que foi conversado – e Faustão confirmou a sugestão – está sendo vazado de forma criminosa.

Mudança

Ele votou no petista Fernando Haddad para a Presidência da República, quase foi vice-prefeito de Recife em chapa com o PT, votaria contra o impeachment de Dilma Rousseff se fosse deputado à época – e agora está torcendo para que o presidente Jair Bolsonaro acerte a mão. “É ele que está pilotando o avião, os brasileiros são os passageiros, e é importante que o voo termine bem”, diz o deputado federal estreante Sílvio Costa Filho (PRB-PE), vice-presidente da Comissão Especial da reforma da Previdência.

Participação

O Encontro Estadual do PSL realizado no sábado passado, em Feira de Santana, no auditório do Edifício Multiplace, reuniu cerca de 300 representantes partidários de pelo menos 45 municípios dos quatro cantos da Bahia. As lideranças partidárias definiram o lançamento de candidaturas a vereador e a prefeito em todos os municípios do interior onde houver representação do partido e a defesa incondicional do governo do presidente Jair Bolsonaro.

Patriotismo

O sábado foi dia de festa para o PSL na Bahia. O deputado estadual Capitão Alden defendeu as bandeiras do partido e do presidente Jair Bolsonaro, durante o evento de filiação de pré-candidatos e o encontro estadual da legenda, realizado em Feira de Santana. Para o parlamentar, antes da Era bolsonarista não se ouvia falar tanto em patriotismo, compromisso com o Brasil e respeito à pátria, e que esses posicionamentos são indispensáveis para quem tem interesse em ingressar no partido.

O PV (Bruno Reis)

O vice-prefeito Bruno Reis destacou a importância da colaboração do Partido Verde à administração municipal durante a convenção estadual que reconduziu Ivanilson Gomes à presidência da agremiação política na Bahia, neste final de semana. A atividade reuniu diversos líderes do PV, como o presidente nacional José Penna, no Centro de Cultura da Câmara.

Blog do Boka/ Tribuna da Bahia