08
jan

A candidatura do prefeito de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro (PDT), a presidente da União dos Município da Bahia (UPB) acendeu o alerta vermelho no Palácio de Ondina. Nos últimos dias, a articulação política do governo Rui Costa, liderada pessoalmente pelo petista, intensificou os contatos com prefeitos, dirigentes partidários e lideranças do interior para fortalecer o candidato preferido por ele – Eures Ribeiro (PSD), de Bom Jesus da Lapa. De acordo com auxiliares próximos a Rui, ele passou a dedicar parte da agenda de trabalho a reuniões diárias com aliados sobre a eleição na UPB. A ofensiva foi deflagrada a reboque dos sinais de crescimento do pedetista no páreo. Embora pertença a uma legenda governista, Pinheiro entrou na corrida com apoio do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), e ganhou a simpatia dos caciques da oposição.

Efeito cascata
Em conversas reservadas, integrantes do núcleo-duro do governo estadual admitem o temor de que um eventual revés na queda-de-braço pelo controle da UPB respingue diretamente na sucessão da Assembleia Legislativa. Caso um nome ungido pela oposição vença a corrida na entidade, acreditam, ficará mais difícil manter no poder o atual presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo (PSL). “Em política, a expectativa de poder é um fator muitas vezes decisivo. Perder a UPB para alguém apoiado pelos nossos adversários pode criar a impressão de enfraquecimento em uma hora crucial para nós”, analisou um parlamentar com alta quilometragem na Casa.

Papel passado
Ao mesmo tempo, Rui Costa acelerou também o passo para vitaminar a candidatura de Marcelo Nilo. Na mesma semana em que fechou acordo para assumir uma secretaria no governo do estado, a bancada do PSB acertou o apoio à reeleição de Nilo. Líderes da sigla garantem que os três deputados estaduais da legenda – Marquinhos Viana, Fabíola Mansur e o novato Ângelo Almeida – já definiram voto a favor do parlamentar do PSL. No entanto, negam que a decisão esteja relacionada ao aumento da cota do PSB no alto escalão de Rui.

PUBLICIDADE

Bloco da delicadeza
Nova integrante do alto escalão da prefeitura, a secretária municipal das Mulheres, Infância e Juventude, Taissa Gama, elabora um projeto para implantar em Salvador um curso técnico em construção voltado ao público feminino, com foco no acabamento de imóveis. A ideia é aproveitar a habilidade das mulheres para lidar com procedimentos que exigem maior destreza. Amanhã, Taíssa se reúne com a chefe da Fundacentro na Bahia, Cristina Argiles, para negociar parceria com o órgão do Ministério do Trabalho.

Vox populi

Vem do interior baiano um exemplo de que é possível fazer política sem apego a velhas práticas. Prefeito pela primeira vez de Apuarema, cidade de aproximadamente 8 mil habitantes situada no Vale do Rio de Contas, Raival Pinheiro (PP) submeteu a escolha da sua secretária de Educação ao escrutínio de professores e técnicos da rede municipal de ensino. Deixou que eles decidissem, no voto, quem da equipe queriam ver no comando. A primeira colocada, a pedagoga Isa Amparo, já tomou posse no cargo.

Fonte: Correio 24hs.