06
fev

Futsal feminino foi ouro nos Jogos Escolares da Juventude | Foto: Ascom / Sudesb

Além de voltar a sediar os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), principal competição universitária da América Latina, após 51 anos, o governo da Bahia deseja implantar as Olimpíadas Escolares na rede pública estadual. Durante seu discurso na 1ª Sessão Legislativa da 19ª Legislatura da AL-BA, o governador Rui Costa afirmou que o projeto já está em andamento.

“Quero implantar e consolidar as Olimpíadas estudantis, por meio de um trabalho articulado e transversal da Setre [Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte], da Sudesb [Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia] e da Secretaria de Educação”, afirmou o governador.

De acordo com o diretor-geral da Sudesb, as Olimpíadas Escolares são o grande objetivo da entidade para 2019. “Temos um imenso desafio lançado por Rui Costa. Esse projeto está sendo construído junto com a Secretaria de Educação. O desejo do governador é para que as modalidades esportivas sejam práticas comuns nas escolas. Além do JUBs, é o nosso grande objetivo”, destacou em entrevista ao Bahia Notícias.

Elias Dourado explicou que a iniciativa tem como objetivo realizar uma ação de participação e integração dos estudantes baianos, contribuindo para o processo de formação dos mesmos. “Consiste em oportunizar a revelação de novos talentos através das ações de sedimentação das políticas públicas do desporto na Bahia, com participação de estudantes com deficiência física, visual e intelectual”, informou o diretor.

De acordo com informações da entidade baiana, a expectativa é reunir cerca de 150 mil estudantes, além de 150 alunos paratletas de 12 a 17 anos. A previsão é de que os jogos aconteçam entre abril e novembro deste ano em todos os 27 Territórios de Identidades baianos. “Queremos realizar todo o processo de forma profissional e qualificada, com vistas a fortalecer a participação do estado da Bahia nas etapas do COB”, salientou Dourado.

A etapa dos jogos nas escolas deve ser coordenada pela Secretaria de Educação. Já a Sudesb será encarregada de realizar as etapas territoriais, zonais, estadual e levar a delegação baiana para as etapas regional e nacional dos Jogos Escolares da Juventude e Paralimpíadas Escolares – Etapas Regional e Nacional, organizadas pelo Comitê Olímpico do Brasil. O processo deve ser dividido pela etapa territorial. Em seguida, serão realizadas cinco zonais, e por fim, a etapa final em Salvador.

Ainda de acordo com o diretor, o projeto está em fase final de elaboração. No entanto, ainda estão sendo acertados os valores dos investimentos. “Quando concluída a proposta final que será apresentada ao governador, teremos a informação precisa dos recursos necessários para se fazer este investimento no desporto e paradesporto escolar”, concluiu.

A Sudesb informou que o novo secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues, já está ciente do assunto e foi um dos responsáveis pela formatação do programa.

Blog do Boka/Bahia Notícias