24
jul

A luta contra a Covid-19 na região oeste ganhou um importante reforço com a entrega, pelo Instituto Aiba (Iaiba), do segundo lote de insumos que serão usados no diagnóstico da doença no Laboratório de Agentes Infecciosos e Vetores (LAIVE), da Ufob.  A universidade foi representada, no ato de entrega, pelo diretor do Centro das Ciências Biológicas e da Saúde da instituição,  Rafael Simões, e o instituto designou os produtores e diretores da Aiba, Odacil Ranzi e Hélio Hopp, para a assinatura do termo de doação.

“Essa parceria entre vários entes públicos, privados, sociedade civil e produtores rurais é extremamente importante. O diagnóstico molecular precoce ajuda as autoridades sanitárias a tomar decisões. Essa mobilização, nesse momento difícil, serve para provar, mais uma vez que a união faz a força”, afirma Rafael Simões.

Os recursos investidos na compra dos insumos são oriundos da campanha apoiada pelo Iaiba, que geriu as doações de agricultores, pecuarista, empresários e sociedade civil. No primeiro momento, o valor arrecadado foi aplicado na compra de 20 monitores multiparamétricos para unidades públicas de saúde no município de Barreiras. O saldo, então, foi direcionado para a compra de insumos.

“Apesar de estarmos no momento de finalizar a colheita do algodão e de comercializar parte da soja da safra 19/20, estamos acompanhando, de perto, a situação do coronavírus na região. Até o momento, o setor agrícola já deu uma grande contribuição para essa causa, mas nós não paramos por aí. A disponibilização dos insumos é mais um cuidado que temos com a gente do oeste”, declarou Odacil Ranzi.

Após servir toda a região oeste, com a realização de quase 1,6 mil testes, o LAIVE, que realiza 250 testes semanalmente, teria capacidade para operar durante pouco mais de um mês, com o estoque anterior de reagentes.  A Ufob aumentou, recentemente, a capacidade diária de testes, de 30 para 46, e passou a realizar mutirões de testagem aos fins de semana, em um esforço para atender à demanda regional que apresentou significativo crescimento. Com o material doado pelo Instituto  serão realizados mais de 5 mil novos testes. Informações de Ascom Aiba