22
maio
Foto: Bahia Notícias

Contrário ao decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que libera o uso de armas a civis, o deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante) se ofereceu para estabelecer um diálogo com o capitão em nome da Câmara. Para ele, é chegada a hora de a Casa criar uma comissão para isso ou mesmo definir um parlamentar para a missão.

 

 

“E pelo perfil dele, me sinto preparado pra ir até se for necessário porque venho da Bahia, sou conhecido como doido e pra conversar com doido, só outro doido”, defendeu Isidório, que provocou riso nos colegas deputados no plenário. Antes de desligarem seu microfone, ele ainda frisou a necessidade de “pacificar” a relação entre os Poderes.

Blog do Boka/ Bahia Notícias