14
mar
A Polícia Militar da Bahia, por meio da Academia de Polícia Militar (APM), realizou mesa-redonda com o tema ‘Empoderamento Feminino X Violência contra a Mulher’ na manhã desta quarta-feira (13), no auditório do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em Salvador.
O evento, promovido em virtude das comemorações do Dia Internacional da Mulher, contou com as presenças do coronel Nilton Paixão, diretor da APM, de 269 alunos-a-oficiais e de convidadas como a major Patrícia Barbosa, comandante da 11ª CIPM, Josy Brasil, Rainha do Muzenza, e as jornalistas Carla Araújo, Silvana Oliveira e Jéssica Smetak.
A trilha sonora do evento ficou por conta do cabo Enoque e do soldado Eduardo, integrantes da Banda de Música Maestro Wanderley da Polícia Militar, que interpretaram a música ‘Garota de Ipanema’, de Vinícius de Moraes e Tom Jobim.
Durante o debate, as convidadas compartilharam as experiências de vida no âmbito pessoal e profissional e destacaram como conquistaram espaço no mercado de trabalho, ambiente que antes era predominantemente masculino, e ainda continuam na luta pelo combate ao preconceito e a garantia de seus direitos.
Smetak comentou sobre sua experiência e motivação para vencer as barreiras impostas pelo preconceito. “Eu sou muito ligada ao significado das palavras, e mulher, no latim, significa mulier, algo mole, ou seja, há muito tempo alguém nos taxou como sexo frágil, mas além da mulher estar ganhando voz, a tecnologia também tem nos ajudado muito a virar esse jogo. Já fui muito rotulada pelas minhas características físicas e hoje eu vejo que é só acreditar no potencial e estudar, que conseguimos virar o jogo”, declarou.
Blog do Boka/Fonte: Ascom PMBA