23
abr

Nessa manhã de terça-feira (23), o secretário municipal de saúde, Anderson Vian, a diretora administrativa do Hospital da Mulher, Marta Andrade, coordenadora da Atenção Básica, Mônica Valéria, profissionais da Atenção Básica e do Hospital da Mulher de Barreiras participaram do Fórum Rede Cegonha da Região Oeste, organizado pelo Núcleo Regional de Saúde/Oeste.

O tema “Puerpério e Atenção à Criança: aleitamento materno, acompanhamento à criança, visita na primeira semana, busca ativa de crianças vulneráveis”, foi ministrado pela enfermeira obstetra, mestre em enfermagem e coordenadora do Projeto de Extensão Acolhendo à Gestão, profª Mary Galvão. O evento que aconteceu ao longo do dia no auditório do Hotel Solar das Mangueiras, reuniu os profissionais da saúde com objetivo de construir estratégias para organização dos serviços e qualificar a assistência ao puerpério e a criança em todos os municípios do Oeste.

A Prefeitura de Barreiras desde o início de 2017 trabalha com a meta de aumentar a cobertura da Atenção Básica. Dentre as várias ações realizadas na estruturação das unidades de saúde, estão as reformas e requalificação, oferta também de capacitação permanente para os profissionais que trabalham na área da assistência ao parto no Hospital da Mulher e nas Unidades de Saúde.

“Esse é um evento importantíssimo para todos que trabalham de forma direta com as mulheres no Hospital da Mulher, bem como na Atenção Básica do nosso município. Já implantamos a Rede Cegonha em Barreiras e a cobertura da Atenção Básica no nosso município era de 39%, nesse mês conseguimos alcançar mais de 60% de cobertura, esse avanço é resultado do trabalho realizado na gestão do prefeito Zito Barbosa, que tem priorizado mudanças positivas na saúde, a exemplo da requalificação e construções já iniciadas de novas unidades de saúde. Nossa meta é alcançar mais de 85% até o final desse ano”, destacou Anderson Vian, secretário municipal de saúde.

A Rede Cegonha, de acordo com o Ministério da Saúde, é uma estratégia inovadora que tem a finalidade de estruturar e organizar a atenção à saúde materno-infantil no País, visando implementar uma rede de cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada da gravidez ao parto, e às crianças, o direito ao nascimento seguro, ao crescimento e ao desenvolvimento saudável.

Blog do Boka/ Prefeitura Municipal de Barreiras