14
set

TRE-BA e IBGE formalizam parceria para divulgação do material informativo O seu Município em Números 2016

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) e a unidade estadual baiana do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) oficializam, nesta quarta-feira (14/09), o lançamento regional do material informativo “O seu Município em Números 2016”. A cerimônia acontece às 14 horas, na sede do Eleitoral baiano, e contará com a presença de autoridades de ambos os órgãos. Profissionais de imprensa interessados em pautar o assunto poderão acompanhar o encontro.

A elaboração do material teve por objetivo possibilitar aos cidadãos, candidatos e partidos políticos um conhecimento mais profundo de informações específicas de suas cidades e a ampliação do debate eleitoral. Para isso, desde o dia 01 de setembro, o informativo foi disponibilizado na Bahia em duas versões: impressa e digital.

A primeira delas foi direcionada para 51 agências que devem distribuir o material para as câmaras municipais, associações, prefeituras, entre outros. Já o guia digital, encontra-se na internet, através do sistema ‘Divulgacand’, que, este ano, traz mais que uma compilação dos dados de candidatos que disputam as eleições, acrescentando em seu bojo, notificações atualizadas das prestações de contas das campanhas.

Passo a passo  

O caminho para encontrar os dados é fácil: basta acessar o site do TRE-BA, banner de divulgação de candidaturas que irá direcionar para o ‘Divulgacand’. Lá o internauta escolhe o município que deseja consultar, categoria ‘conheça mais sua cidade com o IBGE’ e a seguir ‘carta aos eleitores e folder informativo sobre esta cidade’.

Ao acessar o sistema, o eleitor poderá checar o nível de capacidade econômica, social e política das 417 cidades baianas, conferindo ainda o índice de desenvolvimento humano, o número de matrículas por série, entre outras questões. Para aqueles que desconhecem as competências a serem desempenhadas pelos prefeitos e vereadores, o guia traz a informação. Isso, para que os cidadãos façam escolhas conscientes e, a partir dessa iniciativa, passem a fiscalizar os trabalhos daqueles que ocupam os cargos públicos.

 * Com informações de Assessoria de Comunicação Social e Cerimonial