07
dez

Após reunião na noite de quinta-feira (06), onde ficou encaminhada a candidatura de Franklin Pereira (veja aqui), para a presidência da Liga Barreirense de Futebol depois da comunicação da desistência de Almery Messias, eferveceram os animos de alguns desportitas de Barreiras num misto de preocupação e medo. Logo várias articulações pipocaram nos bastidores e volta a acontecer mais uma reviravolta na eleição para presidir a LBF.
Mesmo tendo prós e contra a candidatura do ex-presidente da LBF Franklin Pereira, muitos desportistas ficaram com um pé atrás quando surgiu uma provável candidatura dele para voltar a dirigir a entidade com apoio de Departamento de Esportes, conforme anuncio de Lázaro na reunião de ontem.
Franklin é um defensor partidário do ex-prefeito Antonio Henrique, foi seu Coordenador de Esporte, opositor ao atual prefeito Zito Barbosa, motivos prováveis para barrar qualquer pretensões de voltar a presidir a LBF neste momento, mesmo com Lázaro afirmando perante aos que compareceram a reunião que já estava tudo acertado com Fernando Machado, diretor do Departamento de Esportes da Prefeitura de Barreiras.
Na tarde de hoje os partidários do vereador Almery Messias se reuniram com o candidato e buscaram uma fórmula de viabilizar sua candidatura a LBF. Contata advogados, Federação Bahiana de Futebol, Regimento Interno da Câmara Municipal de Barreiras entre  outros, e chegam a conclusão que nada impede Almery presidir a Liga Barreirense de Futebol.
Em relação a impossibilidade da assinatura de convênios com a Prefeitura Municipal de Barreiras, em reunião com o Diretor de Esportes Fernando Machado, Almery tomou conhecimento que atualmente o município não utiliza mais convênios e sim contratos para liberar verbas para a realização das atividades esportivas.
Após pesquisar a legalidade da sua candidatura, Almery solicitou ao atual presidente da Liga Barreirense de Futebol, Onofre Moreira, uma reunião para a próxima quinta -feira ( 13), para oficializar sua candidatura e consequente registro da chapa que irá concorrer no dia 21 de Dezembro de 2018.
Agora é aguardar as reações dos dirigentes dos clubes que até dia 04, dia que Almery anunciou sua desistência pensando não poder concorrer, era unanimes a sua candidatura a presidir a LBF.