24
nov
Foto: Divulgação / Osid

O senador Angelo Coronel (PSD) voltou atrás na proposta de criação de um feriado nacional em homenagem a Santa Dulce dos Pobres.

 

Buscando evitar impactos econômicos e dificuldades na aprovação da iniciativa, o parlamentar baiano decidiu eliminar o feriado, tornando o 13 de agosto como o Dia Nacional da Santa Dulce dos Pobres. A data foi escolhida porque 13 de agosto já é tradicionalmente um dia de homenagens à Irmã Dulce por todo o estado da Bahia.

 

O projeto que institui a homenagem (PL 4.028/2019) foi aprovado na quinta-feira (18) pela Comissão de Educação (CE) e segue para análise da Câmara dos Deputados (veja mais aqui).

 

Irmã Dulce nasceu em 1914 em Salvador e morreu em 1992 na mesma cidade, tendo dedicado sua vida a ajudar os pobres e miseráveis. Ela foi a primeira santa brasileira reconhecida oficialmente pela Igreja Católica. A canonização ocorreu no dia 13 de outubro de 2019, em cerimônia celebrada pelo Papa Francisco.

Fonte Bahia Notícias