20
jun

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) considera que há o perigo de que o eleitorado brasileiro só deposite nas urnas em outubro a sua raiva contra a situação existente e não a sua esperança em um Brasil melhor.

O parlamentar referiu-se às mensagens da população que a Rede Globo está transmitindo sobre o Brasil que o povo quer. Ressaltou que os desejos que mais aparecem se referem a um país mais justo, menos corrupto e com educação e saúde de qualidade.

No entanto, na opinião de Cristovam Buarque, nenhum dos 15 pré-candidatos à presidência tem apresentado propostas claras sobre como conseguir levar à prática esses desejos da população.

— A campanha que está em marcha não parece estar sintonizada com as aspirações do povo. O povo fala o Brasil que quer e os candidatos não dizem o que acham disso e ainda menos como eles propõem fazer isso — apontou.

(Informações Agência Senado)

Publicidade