23
jul

Em sua segunda decisão na Copa Oeste de Seleções, desta vez a Seleção de Ibotirama fez a alegria dos mais de 3 000 torcedores que compareceram a Arena Poliesportiva. A expectativa era muito grande para a partida final contra São Desidério, tanto que a mobilização envolveu todos os Ibotiramenses e logo nas primeiras horas da manhã de domingo ouvia-se o pipocar dos fogos.

Passaram-se 23 anos da última participação numa final, mas a Seleção de Ibotirama chega a uma conquista que vem coroar o belo trabalho do Departamento de Esportes da Pefeitura Municipal iniciado em 2017. Naquele ano, o prefeito Terence Lessa entregava a Arena Poliesportiva de Ibotirama para a abertura da Copa Oeste de Seleções 2017 e meses mais tarde a espaço seria inaugurado.

A participação da Seleção de Ibotirama na edição de 2017 da Copa Oeste não emplacou, estava se iniciando um trabalho e foram desclassificados por Cocos através das cobranças de pênaltis.

Em 2018, com a permanência do técnico Quirino, o diretor de Esportes do município, Paulo Baumstark formou um elenco para apagar pífia particpaçao no ano anterior. Com atuações convincentes, mesmo com alguns tropeços, chegam para disputar a segunda final da maior competição de seleções do Oeste da Bahia após passar pela maior favorita ao título, Corrente do Piaui.

Na partida para se conhecer qual seria a melhor seleção do oeste em 2018, entre 12 que disputaram mais a convidada Corrente, Ibotirama e São Desidério pisaram o gramado da Arena Poliesportiva ns mesmas condições após o empate em 1 a 1 no jogo da ida.

Tal qual como aconteceu em São Desidério, o filme voltou a se repetir. Assim como na primeira partida, aos 02 minutos de jogo a defesa São-Desideriana volta a falhar e Ibotirama abre o placar levando sua torcida ao Extase.

Pelo outra lado, os torcedores da seleção visitante, que comapareceu em grande número, não se esmureceram e começou a bradar nome da seleção que aos poucos se aproveitando da falha de marcação no meio de campo criava jogadas ofensivas incomodando a defensiva da seleção local obrigando o goleiro Cairo se desdobrar para que sua meta não fosse vasada.

No segundo tempo as coisas começaram a se complicar para a Seleção de São Desidério. Querendo injetar sangue novo no time para buscar o empate o técnico Bureré fez algumas substituições que não surtiram o efeito desejado, principalmente a entrada de Deivid que há algum tempo vem devendo uma atuação condizente com o seu futebol. Na base da vontade, pressionava na busca do empate e quase consegue com o lateral Rick  que incrédulo viu o goleiro Igor desviar para escanteio uma bola chutada no ângulo.

Com mais sorte, o técnico Quirino obrigado a fazer alterações por queda no rendimento físico da equipe, ajustou o time que segurou a pressão adversária e manteve o placar até o final que deu o inédito título de campeão da Copa Oeste de Seleções do Oeste 2018 a Ibotirama.

A Sociedade Esportiva São Francisco (SODESF), tendo a frente o presidente Deusdete Vilas Boas, convidou os prefeitos Terence Lessa por Ibotirama e Zé Carlos por São Desidério juntamente as autoridades presentes entre vereadores, vice-prefeitos, diretores esportivos e presidentes de ligas para fazerem a entrega de Medalhas e Troféus aos atletas destaques, goleiro menos vasado, artilheiro e a Campeã Ibotirama e Vice-campeã São Desidério.

Por ter ficado com o título, a Seleção de Ibotirama ficou com R 13.000,00 e a Vice-campeã São Desidério com R$ 6.500,00.

Milhares de torcedores da Região Oeste da Bahia acompanharam através de mais de 20 emissoras, formando a maior cadeia de rádio para transmissão de uma partida final de seleções de futebol da região, através da Rádio NetFM. Participaram da grande jornada esportiva da final da Copa Oeste de Seleções Deusdete Vilas Boas, João de Jesus, Ayres Fernandes, Wille C. Jota e a participação especial de João Neris, do Site Novo Oeste.

*Matéria Atualizada às 12h:47min Para Correção de Informações

* Confira a galeria de fotos desta notícia: