08
jul
Foto: Divulgação

Ainda responsável pela articulação política do governo na reforma da Previdência, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que a matéria deve ser aprovada em primeiro turno com cerca de 330 votos na Câmara dos Deputados. Ele informou essa contagem à imprensa na manhã deste domingo (7).

“A gente tem um cálculo assim, vamos dizer, realista, com pé bem no chão, e a gente caminha para ter algo em torno de 330 [votos], que poderá ser até mais do que isso. É uma margem que a gente acredita ser possível”, declarou o chefe da Casa Civil.

Segundo informações do G1, o ministro visitou seu correligionário e presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) mais cedo. No sábado, o deputado já havia dito a jornalistas que a expectativa é aprovar o texto com “boa margem”. O objetivo do governo é dar início à análise da matéria em plenário já na próxima semana.

Na Câmara, a proposta de emenda à Constituição (PEC) precisará do aval de pelo menos 308 deputados nos dois turnos da votação. Só assim, o texto seguirá para o trâmite no Senado.

Blog do Boka/ Bahia Notícias