15
jan

Foto : Raul Golinelli/GovBA

Liberadas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), para serem utilizadas em tempo integral no estado inteiro por agentes de, as espingardas de calibre 12 são usadas na Bahia sem restrição de horário, segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar. 

Em São Paulo, as armas só poderiam ser utilizadas durante a noite, antes da autorização de Doria. Além de liberar as espingardas, o governador tucano disponibilizou cinco mil peças para os policias militares. 

A medida foi contestada por especialistas. Em entrevista ao Uol, o coronel da reserva, Adilson Paes de Souza, disse que o armamento é “perigoso”, já que tem alto poder de destruição. “É uma arma com maior chance de produzir uma desgraça. Todos os policiais do estado estão aptos para utilizar essa arma?”, indagou, ao se referir aos PMs de São Paulo. 

“O balote [tipo de munição para essa arma escolhido pelo governo de SP], se atingir uma pessoa, pode até mutilar e atravessar uma lataria de carro. De todas as armas que conheci na polícia, a calibre 12 é a que mais me inspirava medo”, acrescentou. 

Blog do Boka/ Bahia Notícias