07
ago

Foto: Manu Dias

O governador da Bahia ainda comentou a coligação entre o Avante e o Pros e disse que não foi informado sobre a união “antecipadamente”

Durante entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (7), o governador Rui Costa (PT) comentou a coligação entre o Avante e o Pros para deputados federais. Segundo o petista, ele não foi informado sobre a união “antecipadamente”.

“Foi fora do que havia sido combinado. Eu respeito a decisão de cada partido e eu acho que quando você junta vários partidos, eles têm que dizer ou informar antecipadamente o que cada um pretende fazer, até porque nós precisamos elevar o nível do pacto político no Brasil e o que todo mundo tem liberdade para fazer, tem que avisar antecipadamente”, disse.

Questionado se teme alguma judicialização dessa possível coligação, Rui foi direto. “Não acho que tenha essa chance. Não reconheço porque os documentos, pelo que eu fui informado, eles fizeram tudo certo, num momento certo, só não tornaram público essa informação”, falou.

Em entrevista ao portal bahia.ba, Rui ainda comentou como anda o clima na base governista. “Graças a Deus o ambiente aqui está ótimo, as coisas estão em harmonia. Acho que os deputados e deputadas, apesar dessa surpresa do Avante, todos estão bem representados numa condição bastante competitiva, todo mundo se sente disputando a vaga”, disse o governador.

“Numa coligação é evidente que todo mundo quer uma vaga então vão ter vencedores e aqueles que não alcançaram. O que da conforto é que todo mundo se sinta competindo. O que não pode ter é uma coligação que alguém diga ‘aqui eu não tenho a menor chance de ir a lugar nenhum’ e isso desestimula, o que não é o caso”, complementou.

“Nós conseguimos fazer uma arranjo onde todos se sentem disputando uma vaga e isso é o mais importante porque isso estimula os candidatos a competirem positivamente dentro do pleito e competirem com a outra coligação. Eu acho que nós estamos melhores que o outros, graças a Deus”, finalizou Rui.( Informações Tribuna da Bahia)